Brasília, 24 de setembro de 2018.

 

Carta ABZ nº: 09/2018

Ilmo. Senhor(a) Sócio(a) da ABZ

 

Assunto: 30 anos de ABZ.

Hoje a aniversariante do dia é a Associação Brasileira de Zootecnistas, carinhosamente a ABZ. A ABZ é uma instituição de classe fundada em 24 de setembro de 1988, que tem por objetivos principais:

1) Promover a união, o fortalecimento, o prestígio, o congraçamento, o espírito de fraternidade e solidariedade entre os Zootecnistas do país e das nações com as quais o Brasil mantém relações diplomáticas;

2) Atuar como órgão de assessoramento de entidades públicas e privadas em assuntos de interesse da classe, se assim for solicitado;

3) Promover e estimular o desenvolvimento de entidades públicas e privadas em assuntos de interesse da classe, se assim for solicitado;

4) Promover, por todos os meios disponíveis e ao seu alcance, a melhoria das condições de trabalho pleiteando e defendendo os interesses da classe junto às entidades competentes;

5) Estabelecer e promover intercâmbios social, cultural e científico entre as Instituições congêneres do país ou estrangeiras;

6) Promover e estimular trabalhos zootécnicos, premiando os que fizerem jus à classe e ao desenvolvimento da pecuária nacional;

7) Contribuir para a melhoria e eficiência do ensino nas escolas de zootecnia;

8) Apoiar e/ou realizar eventos de interesse da classe, bem como, da comunidade geral.

Até hoje, seis presidentes passaram pela ABZ. O primeiro, e também fundador, foi o Zootecnista Luiz Augusto Müller (RS), tendo sido sucedido por Jorge Luiz Correia de Oliveira (SP), Marcos Elias Traad da Silva (PR), Severino Benone Paes Barbosa (PE), Walter Motta Ferreira (MG) e Célia Regina Orlandelli Carrer (SP). Atualmente o presidente é Marinaldo Divino Ribeiro (GO).

Desde a sua fundação a ABZ tem se destacado como a entidade que efetivamente congrega e defende os interesses profissionais dos Zootecnistas pelo país nas diferentes instâncias e níveis próprios. Dentre as suas principais conquistas ao longo desses 30 anos destacam-se:

  1. A organização da Zootecnia Brasileira em torno da própria ABZ como entidade de classe;
  2.  A defesa intransigente dos interesses dos Zootecnistas em diferentes situações, especialmente no que se refere à atuação profissional, tais como a intervenção em processos seletivos, proposição de projetos de lei via Congresso Nacional, proposição de ações jurídicas na justiça comum, articulação para criação do sistema de conselhos próprios, articulação para adequação da lei nº: 5.550/68, articulação para revisão das legislações restritivas da ação do Zootecnista, articulação para revisão do código de ética do profissional Zootecnista e tantos outros;
  3. A contribuição para a disseminação dos cursos de Zootecnia pelas diferentes regiões do país e para a consolidação da Zootecnia como alternativa de formação profissional disponível à sociedade;
  4. A criação da reunião anual de ensino para reflexão do processo de ensino e aprendizagem em nível de graduação;
  5. A construção e encaminhamento das Diretrizes Curriculares Nacionais e o assessoramento às instituições para sua implementação;
  6. A criação e realização do Congresso Brasileiro de Zootecnistas, o ZOOTEC, que se caracteriza como o maior evento Multievento da Zootecnia Nacional e da América Latina;
  7. A criação e manutenção da homepage institucional e dos canais de informação e comunicação com os sócios e sociedade em geral;
  8. O estabelecimento de parcerias com entidades congêneres;
  9. A criação do Fórum Nacional de Entidades de Zootecnistas para refletir e apontar diretrizes de atuação de forma colegiada e representativa das diferentes agremiações, entidades e instituições que orbitam em torno da Zootecnia;
  10. A colaboração com a antiga Comissão Nacional de Ensino de Zootecnia, em diferentes gestões e períodos, vinculadas ao Conselho de Classe, para elaboração das áreas de atuação profissional do Zootecnista;
  11. O estabelecimento de prêmios e outorga dos mesmos para reconhecimento de mérito dos Zootecnistas;
  12. A contribuição para a inserção do Zootecnista no cenário político e de tomada de decisões em diferentes setores e instâncias do negócio da pecuária nacional;
  13. O esforço para estreitar os laços e ampliar a congregação dos Zootecnistas;
  14. A construção do sonho que é possível SER ZOOTECNISTA e viver do trabalho com a Zootecnia no imaginário dos estudantes de Zootecnia e na concretude da vida dos Zootecnistas.

É, portanto, notável, as inúmeras contribuições que nossa entidade tem dado para a Zootecnia e os Zootecnistas. Cabe a nós a responsabilidade de cuidar bem dela, juntos e unidos, para dar continuidade à construção dos legados institucionais para as gerações futuras e para o bem da nossa profissão.

Nossos cumprimentos zootécnicos àqueles que fazem nossa entidade, nossos sócios, seus ex-presidentes, diretorias e conselhos e militantes da causa coletiva chamada Zootecnia.

Parabéns ABZ, 30 anos de luta e de defesa do Zootecnista.

Viva a Zootecnia, Vida longa aos Zootecnistas.

Atenciosamente,

Diretoria Executiva e Conselho Fiscal da ABZ

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2018 Associação Brasileira de Zootecnistas
ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?