(Foto: Divulgação/Agroninja)

O mercado tecnológico continua crescendo, também, em torno do agronegócio. No Brasil e no mundo, diversas ferramentas são lançadas para facilitar a vida no campo. Fora do país, um exemplo desses facilitadores é o Beee™, aplicativo lançado pela Agroninja. A ferramenta verifica o peso do animal tirando uma foto dele. Por aqui, em terras tupiniquins, um app lançado em 2016 fazia um serviço semelhante: era o Pesa Fácil, criado por uma startup de Uberlândia, em Minas Gerais. No momento, entretanto, o app não está disponível para download nas lojas da Google Play e App Store.

Em ambos os casos, aplicativos como estes são considerados divisores de águas para pecuária, principalmente, pela economia de tempo para um serviço que, se feito de modo tradicional, pode demorar muito, além de poder gerar estresse no animal.

No caso do app internacional, o primeiro passo é fazer uma foto do animal de um ângulo perpendicular. Depois disso, o próprio algoritmo do app calculará o peso. Não é preciso estar muito perto do animal, basta estar próximo entre 4 a 6 metros do alvo. O movimento do animal não interferirá no cálculo. Durante o processo, o app tira várias fotos para encontrar o peso mais preciso. Essas informações podem ser guardadas no app, além do sexo, idade, tamanho e raça.

De acordo com informações apuradas pelo portal Compre Rural, a tecnologia utiliza fotografias tiradas de 2-6 metros de distância com sistemas Android 5.1 ou Android padrão. Isto é então ligado a um dispositivo externo para calcular pesos e dá 95% de resultados precisos.

Por enquanto, o app de origem húngara ainda não está disponível no Brasil.

2 Comentários
  1. Raimundo Denilson Dias Brito 3 meses atrás

    Sou Técnico em Agropecuária e trabalho em uma instituição de Defesa Agropecuária e app seria ideal meus trabalhos.

  2. Diego carvalho 3 meses atrás

    Por qual motivo esse app ainda não foi disponibilizado no Brasil ?

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2018 Associação Brasileira de Zootecnistas
ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?