(Foto: Reprodução)

A Universidade Federal do Piauí (UFPI) formalizou a criação e aprovação do curso de bacharelado em Zootecnia, que terá abertura no período letivo de 2019.2, com oferta de 40 vagas por semestre. O curso será instalado no campus Ministro Petrônio Portella, em Teresina.

O Prof. Dr. Agostinho Figueiredo, Presidente da Comissão de Elaboração do Projeto Pedagógico do Curso de Bacharelado em Zootecnia, ressalta a importância da oferta do curso não somente para a comunidade universitária, mas para todo o estado do Piauí, devido ao seu grande potencial na área das Ciências Agrárias.

“O Piauí é um estado que apresenta um potencial agropecuário muito forte, tem uma demanda por produtos e proteínas muito grande. E a gente sentiu necessidade de criar o Curso de Zootecnia, que trata diretamente da produção animal, da cadeia produtiva como um todo. Nessa visão de criação do curso a gente percebeu esse potencial do estado e a necessidade de profissionais para desenvolver essa cadeia de produção de proteína animal”, disse.

A criação do mais novo curso de graduação da UFPI é resultado da parceria entre o Centro de Ciências Agrárias (CCA), o Departamento de Zootecnia, o Centro de Ciências da Natureza (CCN) e o Centro de Ciências da Saúde (CCS), com apoio de seus respectivos diretores e docentes.

FORMAÇÃO

Além de contar com qualificado corpo docente, composto por professores premiados e reconhecidos em nível nacional, o novo curso possui uma completa estrutura pedagógica, com cursos de pós-graduação, mestrado e doutorado.

“A criação desse curso permite o aproveitamento de recursos. O Departamento de Zootecnia existe, a estrutura física existe, os professores estão aqui. A Universidade, ao criar o Curso de Zootecnia, na verdade está otimizando os recursos que naturalmente já estão investidos”, o coordenador do Laboratório de Genética Animal, professor Lindemberg Sarmento.

O curso também promoverá maior proximidade entre a Instituição e a comunidade, por meio de atividades realizadas nos laboratórios de pesquisa e análise de alimentos do Departamento de Zootecnia, como o Laboratório de Genética Animal, o Galpão de Pesquisa de Pscicultura, o Laboratório de Pesquisa e Nutrição Animal (LAPEN) e o Laboratório do Setor de Apicultura.

Para o presidente da Associação Brasileira de Zootecnistas (ABZ), a abertura de mais um curso de Zootecnia no país representa a importância da profissão.

“É uma conquista para toda a Zootecnia. Em breve, o Piauí contará com mais profissionais capacitados para trabalhar as questões ligadas ao manejo do animal, sempre em acordo com o bem-estar e ética animal”.

1 Comentário
  1. Mayara Ferreira 3 semanas atrás

    Quando começa as inscrições?

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2019 Associação Brasileira de Zootecnistas

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?