Uma pesquisa recente da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), realizada em fevereiro, apontou que os pescados que tiveram as principais quedas de cotação foram lula (-22,2%), robalo (-21,3%), namorado (-17,1%) e abrótea (-4,3%). Essas cotações servem de parâmetro para o mercado nacional em setores como pescados, frutas, legumes, verduras e diversos.

(Foto: Divulgação/Ceagesp)

A Ceagesp, que é vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), divulga seu índice de preços todos os meses. No mês passado, os pescados tiveram alta de 1,36%. As maiores elevações ficaram por conta da betarra (14,5%), do camarão ferro (13,5%), salmão (9,1%) e das anchovas (9%).

De acordo com informações do Mapa, o Índice de Preços Ceagesp é o primeiro balizador de cotações de alimentos frescos no mercado. Trata-se de um indicador de variação dos valores praticados no atacado de frutas, legumes, verduras, pescado e diversos (alho, batata, cebola, coco seco e ovos).

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2019 Associação Brasileira de Zootecnistas

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?