Nova diretoria e novos conselheiros assumem o CFMV para o triênio de 2017-2020

Neste domingo (17), a nova diretoria e os novos conselheiros assumiram, oficialmente, a frente do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), e seguirão na liderança da entidade até 16 de dezembro de 2020. A nova equipe assume o CFMV logo após a solenidade de posse dos novos conselheiros e transmissão de cargos entre a diretoria executiva, realizada na última sexta feira (15). O presidente da Associação Brasileira de Zootecnistas (ABZ), Marinaldo Divino Ribeiro, e o vice-presidente, Cássio Silva, estiveram presentes no evento a convite da nova gestão.

(Foto: Divulgação/Ascom CFMV)

Na diretoria executiva estão o presidente Francisco Cavalcanti de Almeida, vice-presidente Luiz Carlos Barboza Tavares, secretário-geral Nivaldo da Silva e tesoureiro Hélio Blume.

No grupo de conselheiros, três zootecnistas defendem a categoria na composição. Wendell Lima assume o cargo de conselheiro efetivo e os zootecnistas Fábio Holder e Paula Gomes Rodrigues entram no CFMV como conselheiros suplentes. Integram o conselho efetivo, ainda, os médicos veterinários Cícero Araújo Pitombo, João Alves do Nascimento Júnior, Therezinha Bernardes Porto, José Arthur de Abreu Martins e Francisco Atualpa Soares Júnior.

Nos suplentes, além dos zootecnistas Holder e Paula, integram a lista os médicos veterinários Wanderson Alves Ferreira, Nestor Werner, Antonio Guilherme Machado de Castro e Irineu Machado Benevides Filho.

ESPERANÇA

Para o presidente da ABZ, a posse da nova diretoria e novos conselheiros representa um momento histórico e decisivo para a zootecnia.

“Estivemos presentes como gesto de delicadeza e político em resposta ao convite recebido. Foi um aceno na perspectiva da construção de uma nova ordem de tratamento da zootecnia e de relacionamento institucional entre as categorias profissionais e suas respectivas entidades de classe”.

Durante a solenidade, o novo presidente do CFMV afirmou, diversas vezes, que a história entre as duas profissões começa a ter um novo capítulo baseada no respeito, diálogo construtivo e propositivo em benefício das nossas profissões e da sociedade. Em seu discurso, o novo presidente reafirmou seus compromissos com a zootecnia e garantiu que as demandas da zootecnia receberão o tratamento adequado.

“Tivemos a oportunidade de conversar longamente com vários servidores do Conselho e todos, sem exceção, manifestaram a indignação de como a zootecnia era tratada. Da mesma forma estão eufóricos com a saída da tirania que fez do Conselho o quintal da sua casa para a liberdade construída no bom senso e no princípio da razoabilidade”.

O presidente da ABZ explica ainda que este é um momento para a zootecnia brasileira dar um voto de confiança a nova diretoria do Conselho.

“Acreditamos que esse capítulo da história será cheio de boas graças para nossa Zootecnia e Zootecnistas. Por outro lado, embora estejamos confiantes, não seremos subservientes ou mesmo deixaremos de manifestar com ordem e diplomacia nossas demandas e anseios para que tenhamos a correção efetiva de rumos da história nefasta recente”.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2018 Associação Brasileira de Zootecnistas
Desenvolvido por Agrobase
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account