Presidente da ABZ palestra para acadêmicos na Udesc Oeste e no IF Goiano

Nesta semana, o presidente da Associação Brasileira de Zootecnistas (ABZ), Marinaldo Divino Ribeiro, palestrou para os acadêmicos dos cursos de zootecnia do IF Goiano, em Goiânia, e da Udesc Oeste, em Santa Catarina, sobre o legado das instituições da zootecnia brasileira para as novas gerações de profissionais. Nas atividades, Ribeiro apresentou também os trabalhos da ABZ aos estudantes.

“A zootecnia brasileira tem meio século de existência formal em nosso país. São 51 anos de ensino regular, 49 de regulamentação profissionais, 66 anos de Sociedade Brasileira de Zootecnia e 29 anos de Associação Brasileira de Zootecnistas. Esse percurso foi construído por pessoas que criaram instituições e por meio delas fizeram a história e projetaram o futuro que desfrutamos hoje”.

De acordo com Ribeiro, muitos são os legados das instituições para o presente e para as gerações futuras. Para ele, resultado dos primeiros trabalhos com a zootecnia resultaram na própria organização da profissão em instituições, que a tornaram a zootecnia como uma das áreas mais organizadas dentre as diversas existentes.

“Outros legados são a disponibilização de mais de 32 mil profissionais com boa qualificação para servir ao país, a contribuição para a transformação do negócio da produção animal em nosso país tornando-o um dos mais competitivos no cenário mundial, a consolidação do ensino de zootecnia por meio do ensino disseminado para todas as regiões do imenso Brasil, entre tantos outros”.

Entre os desafios para as próximas gerações de zootecnistas, o presidente da BZ ressalta as lutas para alteração da legislação que regulamenta a atuação profissional da categoria no Brasil.

“Cabe a geração do presente dar continuidade a construção dessa história para criar novas condições de atuação do zootecnista de amanhã, especialmente por meio da alteração da legislação de regulamentação profissional e instituição de fiscalização do exercício profissional para conferir à zootecnia e ao zootecnista autonomia plena e assegurar a sociedade a prestação de serviços de qualidade de forma ética”.

1 Comentário
  1. Antelmo Teixeira Alves 3 semanas atrás

    Uma abordagem digna da Zootecnia! Parabens Presidente Marinaldo!👏👏👏

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2017 Associação Brasileira de Zootecnistas
Desenvolvido por Agrobase
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account