Zootecnistas ministram curso de gerente de pasto em Guarapuava, no Paraná

Gestores de propriedades pecuárias, agropecuaristas, estudantes de ciências agrárias e profissionais da área participaram nesta semana do curso “Gerente de Pasto”, em Guarapuava, na região central do Paraná. A capacitação, conhecida como Gestão Global de Pastagens, foi ministrada pelos zootecnistas Josmar Almeida Junior, Bruno Shigueo Iwamoto e Edmar Pauliqui Peluso. As informações são do Sindicato Rural de Guarapuava, realizador do evento.

“O método Gerente de Pasto vem propor uma solução para o manejo de pastagem. Há várias tecnologias de gestão para propriedades, mas nenhuma sanava o gerenciamento especifico da pastagem”, explica o zootecnista Josmar Almeida Junior.

De acordo com Josmar, o método “Gerente de Pasto” é uma proposta simples e dinâmica de manejo de pastagens, promovendo ganhos em produtividade, lucratividade e sustentabilidade ambiental. O curso aborda planejamento forrageiro, manejo de pastagens – da teoria à prática de campo -, treinamento aplicado das ferramentas, e é ministrado pelos zootecnistas.

Já aplicado em diversas propriedades rurais do Paraná, do Mato Grosso do Sul e do Paraguai, o método consiste em treinamento de uma pessoa responsável por aplicar o método dentro da propriedade, que será denominado Gerente de Pasto, e também de um software de gestão onde serão trabalhadas as informações.

São três etapas executadas neste método: planejamento forrageiro, manejo de pastagem e aplicação do método.

“O planejamento forrageiro tem o objetivo de ter comida o ano inteiro, mesmo durante o inverno ou uma seca. O manejo de pastagem visa estabelecer qual é a melhor estrutura de pastagem, que irá permitir que a planta rebrote de uma forma mais rápida para colocar mais animais e também qual estrutura que o animal consegue ingerir mais, para ganhar mais peso. Por final, o método em si, que permite trabalhar a estrutura de pasto de forma global dentro da fazenda. Ele te dá informações, como por exemplo, quanto de gado eu posso colocar na área x?”, detalha o zootecnista Edmar Pauliqui Peluso.

O zootecnista Josmar complementa que o método não envolve somente o manejo de pastagem, mas todas as etapas que fazem parte do processo de produção.

“Além de todas as áreas de pastagem da fazenda participarem do processo, inclusive as menos produtivas, também são incluídas outras etapas, como confinamento, silagem, suplementação. É um sistema global dentro da propriedade”.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2017 Associação Brasileira de Zootecnistas
Desenvolvido por Agrobase
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account