Dados levantados pela Associação Brasileira de Exportadores de Mel (ABEMEL) apontam que o Brasil saiu da 14º para a 8º posição no ramo de exportação de mel este ano. Os números foram divulgados pelo setor de inteligência comercial da associação, com base nos indicadores sobre exportações globais da TradeMap.

Segundo informações da ABEMEL, além de subir posições no número de exportações, o Brasil também subiu em termos de valor. A estimativa é que foram vendidos mais de US$ 98.576.057,00 em mel, um aumento de mais de 80% de lucro com relação à 2013.

Para Flávia Salustiano, gerente executiva da ABEMEL, a melhora significativa na posição do ranking se deve à qualidade do mel brasileiro, reconhecido como um dos melhores do planeta por ser livre de resíduos e agrotóxicos. “É também resultado do trabalho de promoção comercial e inserção dos produtos apícolas no exterior desenvolvido junto a parceiros e entrepostos”.

Ainda de acordo com os dados da ABEMEL, os Estados Unidos continuam sendo o principal destino do mel brasileiro, respondendo por 71,96% das exportações entre janeiro e maio de 2015. Apesar disso, quando comparado ao mesmo período do ano passado, a participação do mercado norte-americano diminuiu 26% em valor.

Na liderança do ranking de exportadores está a China, seguida por Argentina, Nova Zelândia, México, Alemanha Vietnã e Espanha.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2021 Associação Brasileira de Zootecnistas

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?