Em Brasília, a Casa Civil voltou a reforçar seu posicionamento de não encaminhar ao Congresso Nacional o projeto de lei que cria o Sistema de Conselhos Federal e Regionais da Zootecnia. A declaração foi dada a comitiva da Associação Brasileira de Zootecnistas (ABZ), que esteve em Brasília nesta terça feira (5) para realizar articulações em prol da categoria. Participaram do encontro o presidente da ABZ, Marinaldo Divino Ribeiro, o vice-presidente, Cássio José da Silva, e a zootecnista e membro da diretoria da Associação de Zootecnistas do Distrito Federal e Entorno (AZOO-DF), Kênia Régia Anasenko Marcelino.

(Foto: Divulgação)

Em reunião com o assessor especial da Casa Civil, Renato Rodrigues Vieira, a comitiva da ABZ foi informada que o posicionamento do Governo Federal não havia mudado, mesmo com o fim do período eleitoral.

“Todavia, ele não justifica ou aponta razões claras para esse posicionamento”, explica Cássio.

Para o presidente da associação, considerando que não há óbice na tramitação legal ou de ordem técnica ou jurídica, a recusa é eminentemente política em função de posicionamento do contraditório junto a Casa Civil.

“O certo é que a ABZ não abandonará o anseio do coletivo dos Zootecnistas e continuará a buscar novos caminhos e alternativas”, relembra Marinaldo.

De acordo com Marinaldo, novas articulações políticas estão sendo articuladas junto a aliados da Zootecnia para fazer com que a Casa Civil volte a cogitar o encaminhamento do PL.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2018 Associação Brasileira de Zootecnistas
ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?