Oito trabalhos desenvolvidos por zootecnistas e uma acadêmica de Zootecnia foram destaque na 28ª Edição do Prêmio José Maria Lamas da Silva (LAMAS), que visa estimular a pesquisa avícola no Brasil. Promovido pela Fundação APinco de Ciência e Tecnologias Avícolas (FACTA), o prêmio objetiva divulgar ao setor os resultados do intenso trabalho de pesquisa e de experimentação desenvolvidos em Universidades e Centros de Pesquisa de todo o país, a fim de responder às questões levantadas pelo próprio setor produtivo nas diversas áreas especializadas na produção e processamento de produtos avícolas.

Para o presidente da Associação Brasileira de Zootecnistas (ABZ), Marinaldo Divino Ribeiro, o reconhecimento de trabalhos da Zootecnia mostra a importância da profissão para o setor e, também, a qualidade das pesquisas desenvolvidas pelos profissionais da área.

OS DESTAQUES

As principais colocações de zootecnistas ficaram nas categorias de Nutrição e Produção. Confira abaixo os vencedores da Zootecnia na competição.

SANIDADE

2º lugar – Menção Honrosa
Avaliação sorológica de aves vacinadas com dispositivo eletromecânico em comparação com seringa manual
Eric de Andrade Culhari, da Phibro Animal Health Corporation, Guarulhos (SP).

NUTRIÇÃO

Vencedor
Desempenho, digestibilidade e morfometria intestinal de frangos recebendo quillaja e yucca
Catarina Stefanello, da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Departamento de Zootecnia.

2º lugar – Menção Honrosa
Metagenômica de frangos de corte tratados com aditivo fitogênico de extrato de castanheira
Ellen Hatsumi Fukayama, zootecnista e diretora Técnica do Busca Inteligente em Tecnologia Animal (BITA).

3º lugar – Menção Honrosa
Grãos secos de destilaria com solúveis (ddgs) na dieta de frangos de corte
Pedro Afonso de Souza Ezidio, Universidade Estadual de Maringá (UEM), Departamento de Zootecnia.

PRODUÇÃO

2º lugar – Menção Honrosa
Relações dos ácidos linoleico e alfa linolênico no desempenho de incubação de codornas japonesas
Leticia Aline Lima da Silva, da Universidade Estadual de Maringá (UEM), Departamento de Zootecnia.

3º lugar – Menção Honrosa
Efeitos de diferentes ambiental na produtividade de frangos de corte
Marconi Italo Lourenço da Silva, da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (UNESP- Botucatu).

OUTRAS ÁREAS

Vencedor
Modelo fuzzy de classificação da vulnerabilidade de aviários de frangos de corte ao calor
Milena Coutinho Franco, curso Zootecnia da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Setor de Ciências Agrárias.

3º lugar – Menção Honrosa
Frequência das lesões histológicas indicativas de white striping e wooden breast em frangos de corte
Vivian Aparecida Rios de Castilho, da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), Departamento de Zootecnia.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2021 Associação Brasileira de Zootecnistas

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?