A diretoria executiva da Associação Brasileira de Zootecnistas (ABZ) criou um novo prêmio institucional da entidade: trata-se do ‘Zootecnistas Mais Influentes do Ano’, que visa valorizar e reconhecer zootecnistas, elevando a representatividade e importância da profissão para o Brasil.

“Este prêmio foi criado considerando a importância de reconhecer a dedicação, desempenho e capacidade de influenciar positivamente o agronegócio da criação animal, a formação e atuação profissional a partir da Zootecnia”, explica Marinaldo Divino Ribeiro, presidente da ABZ.

Nesta primeira edição do prêmio, os vencedores foram: Airon Aparecido Silva de Melo, Andrea Mesquita, Antônio Chaker Neto, Bruno Barcelos Lucchi e Júlio César Damasceno.

O reconhecimento nominal em lista dos Zootecnistas Mais Influentes do Ano será concedido anualmente, através de colégio eleitoral qualificado, a cinco profissionais por titulação mais influentes do agronegócio da criação animal, podendo estes profissionais integrarem a iniciativa privada, pública, acadêmica ou serem autônomos. Todas as regras de participação estão disponíveis na resolução que institui o prêmio (acesse aqui ou no menu Resoluções, no cabeçalho do site).

A zootecnista Andrea Mesquita, única mulher entre os vencedores nesta primeira edição da premiação, falou da importância de iniciativas como a da ABZ. Hoje, Andrea reúne milhares de seguidores nas redes sociais através da sua startup, Território da Carne, que tem como um dos seus objetivos detalhar a importância da carne bovina.

“É muito importante este prêmio que a ABZ traz para a sociedade, não só para os zootecnistas. Enaltece profissionais e inciativas que são feitas, muitas vezes, na solidão de um escritório, ou em eventos maiores, mas que tem consistência. E é isso o que a gente sempre procura fazer aqui no Território”.

Outro vencedor desta edição, o zootecnista Antônio Chaker, falou sobre a importância do reconhecimento aos profissionais da classe. Chaker, do Inttegra Instituto de Métricas Agropecuárias é consultor sênior e atua há 20 anos em projetos de gestão agropecuária com foco na ampliação de gerenciabilidade e lucro.

“A Zootecnia é a ciência que mais apoia o desenvolvimento do agronegócio do nosso país e tem impactado de forma profunda todas as transformações que o Brasil, a América do Sul e o mundo tem vivido nos últimos anos. E junto com isso, nós vivemos um ambiente muito colaborativo. E quando você tem uma associação que reúne estes profissionais e reconhece a influência deles perante a sociedade, a gente vê realmente que a nossa força é duplicada ou triplicada quando a gente se conecta”, opinou Chaker.

Confira, abaixo, um breve currículo de cada um dos vencedores da primeira edição do Zootecnista Mais Influente do Ano.

AIRON APARECIDO SILVA DE MELO – UNIVERSIDADE FEDERAL DO AGRESTE PERNAMBUCANO (UFAPE)

Possui graduação em Zootecnia pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (1999), mestrado em Zootecnia pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (2002) e doutorado em Programa Integrado de Doutorado em Zootecnia pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (2004). Atualmente é reitor da Universidade Federal do Agreste de Pernambuco (UFAPE).

 

ANDREA MESQUITA – TERRITÓRIO DA CARNE

Tem experiência em treinamento do modelo norte americano de manejo e produção de suínos; produção, garantia de qualidade e P&D de carne bovina porcionada na Prime Cater; Engenharia de Processo, P&D e Programa de Trainee na JBS – Divisão Carnes. Áreas diretamente relacionadas a excelência, alta performance, produtividade, desenvolvimento e condução de projetos de melhoria contínua na cadeia frigorífica e serviços de alimentação. É diretora e fundadora do Território da Carne. Influenciadora Digital no Agronegócio, reunindo milhares de seguidores no YouTube, Facebook e Instagram.

 

ANTÔNIO CHAKER NETO – INTTEGRA INSTITUTO DE MÉTRICAS AGROPECUÁRIAS

Zootecnista e mestre em Produção Animal pela Universidade Estadual de Maringá, no Paraná. Consultor sênior e coordenador do Instituto Inttegra Métricas Agropecuárias. Autor do livro “Como ganhar dinheiro na pecuária: Os segredos da gestão descomplicada”.

 

BRUNO BARCELOS LUCCHI – CONFEDERAÇÃO DA AGRICULTURA E PECUÁRIA DO BRASIL (CNA)

Capixaba do município de Pinheiros, no extremo norte do Espírito Santo. Possui graduação em Zootecnia pela Universidade Federal de Viçosa (UFV), especialização em Produção de Ruminantes pela Escola Superior Luiz de Queiroz (Esalq/USP) e mestrado em Agronegócio pela Universidade de Brasília (UnB). Atuou como consultor técnico na Central de Processamento de Dados do Projeto Educampo Leite em Minas Gerais e como assessor técnico da Comissão Nacional de Pecuária de Leite da CNA. Agora, é superintendente Técnico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), cargo que exerce há quase cinco anos. Sua principal função é representar e amparar legalmente os interesses da classe dos produtores rurais junto a sociedade civil e aos poderes executivo, legislativo e judiciário.

 

JÚLIO CÉSAR DAMASCENO – UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ (UEM)

Em 1993 ingressou na carreira docente no Departamento de Zootecnia da Universidade Estadual de Maringá (UEM). Concluiu o doutorado em Agronomia (Energia na Agricultura) pela Universidade Estadual Paulista Júlio Mesquita Filho (UNESP) em 1996. De 1999 a 2000, realizou seu pós-doutorado no Institute Nationale de la Recherche Agronomique (INRA), França. De 2004 a 2005, efetuou seu segundo pós-doutorado no INRA-TSE, também na França, na área de sistemas de produção de leite.

Publicou vários artigos em periódicos especializados e trabalhos em anais de eventos. Possui, também, diversos capítulos de livros e livros publicados. Participou de eventos no exterior e no Brasil; orientou e co-orientou dissertações de mestrado e teses de doutorado; tem participado ativamente na orientação da alunos da graduação e em trabalhos de iniciação científica na área a zootecnia. Atualmente é reitor da Universidade Estadual de Maringá (UEM).

PREMIAÇÃO

O prêmio consistirá em certificado de mérito assinado pela presidência da entidade e da concessão de isenção de uma anuidade como sócio sob condição especial. A outorga do certificado será feita preferencialmente por ocasião do Congresso Brasileiro de Zootecnia do ano subsequente.

4 Comentários
  1. Orlando Serrou Camy Filho Cód 3 meses atrás

    Iniciativa valorosa da ABZ; reconhecer o trabalho dos profissionais que enaltecem a profissão seja local ou nacionalmente, é extremamente importante para mostrar à sociedade e aos próprios zootecnistas a grandiosidade desta ciência para os excelentes resultados do agronegócio brasileiro.

  2. Orlando Rus Barbosa 3 meses atrás

    Parabéns a ABZ pela bela iniciativa e aos premiados deste ano. Que esta iniciativa seja o caminho para mostrar a importância deste profissional para o país.

  3. Guilherme Minssen 3 meses atrás

    Um privilégio ter colegas com este especial destaque no agronegócio nacional.

    Aplaudo de pé todos estes exemplos profissionais.

  4. Cristiane Ferreira 3 meses atrás

    Parabéns Andrea Mesquita você merece !!

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2020 Associação Brasileira de Zootecnistas

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?