A Associação Brasileira de Zootecnistas (ABZ), representando os mais de 35 mil zootecnistas graduados no país e os mais de 20 mil acadêmicos em Zootecnia, em deliberação conjunta no 54º Fórum Nacional de Entidades de Zootecnistas, vêm a público manifestar seu repúdio à sugestão legislativa que virou Projeto de Lei no Senado Federal com o objetivo de proibir a exportação de animais vivos destinados ao abate.

A transformação da sugestão legislativa, que teve iniciativa popular, em PL, ocorre em um período em que a agropecuária sofre graves impactos econômicos: houve recuo do setor no Produto Interno Bruto (PIB) de 2,8% no 2º trimestre.

Em tempos de desestimulo e preocupação econômica extrema, colocar luz sobre um projeto que trará prejuízos ao setor mais rentável do país é um escândalo, além de ser um menosprezo à arrecadação que este segmento viabiliza: só em 2019, foram movimentados US$ 457, 2 milhões segundo as Estatísticas de Comércio Exterior do Agronegócio Brasileiro do Ministério da Agricultura (Mapa).

Outro ponto que chama a atenção na proposição é a alegação de alguns parlamentares defensores do projeto no que diz respeito ao suposto sofrimento animal durante o transporte, desconsiderando a regulamentação da IN46/2018 MAPA, documento normativo sobre o bem-estar dos animais embasado em diretrizes da Organização Mundial da Saúde Animal (OIE). Bem-estar animal este que, inclusive, é premissa de trabalho de zootecnistas, que ao redor do país também estão envolvidos em trabalhos de exportação.

Propor a inviabilização deste mercado no Brasil é um retrocesso que, além de ter impacto direto em pecuaristas de todo o país, afetará, também, milhares de empregos indiretos que são gerados pela atividade, afetando ainda mais o sustento de famílias que dependem do agro para as suas subsistências. No entendimento da ABZ e de todos os seus órgãos complementares, o momento precisa ser de alternativas para o crescimento da economia e não para o cerceamento de práticas já regulares. E nisto, o Senado Federal também tem importante responsabilidade.

Brasília, 3 de setembro de 2021

Fórum de Entidades de Zootecnistas
Associação Brasileira de Zootecnistas

3 Comentários
  1. Guilherme Minssen 2 semanas atrás

    Está proposta legislativa é indigna e revela a ignorância dos envolvidos com o agronegócio nacional.

    Os Zootecnistas brasileiros em seu principal fórum da classe, foram oportunos e servem de balizamento para outros destes atos contra o setor.

  2. Afranio Gazolla 2 semanas atrás

    A sociedade organizada e produtiva não concorda com a transformação da sugestão legislativa, que teve iniciativa popular, em PL. Esse momento em que todos os esforços estão sendo somados para tirar o país do atoleiro.

  3. Afranio Gazolla 2 semanas atrás

    Uma proposta dessa é no minimo ridicula, o pais possui um conjunto de normas e condutas subordinadas principais organismos mundiais de bem estar animal. Precisamos sim de menos leis e mais acões de trabalho e renda para as familias. Os Zootecnistas, representados pela ABZ (Associação Brasileira de Zootecnistas) com muita habilidade parte no combate dessas excrescências contra o setor.

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2021 Associação Brasileira de Zootecnistas

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?